terça-feira, 8 de julho de 2008

Notas poéticas sobre Carvalhal-Miúdo e Ladeiras de Góis

Ladeiras, lugar de encantos...
aldeia onde meu pai nasceu;
que por entre seus recantos,
sua infância, por lá viveu!...

E Carvalhal-Miúdo desponta,
Num dos cabeços da Serra...
O que é para muitos, afronta,
Para minha mãe, é sua terra!...

Sítios pitorescos a monte...
Canto da parede, Lameiros,
Cerrado e Costa do Pinhal.

Abeceira, Vale da Fonte,
Barroca, Calçada dos Sobreiros,
Coiço, Mioteira e Roubal.

Por António Martins (hoje...)


foto de António Martins (Ramalhuda - Carvalhal-Miúdo - Setembro de 2007)

2 comentários:

Anónimo disse...

Parabens sr.Antonio Martins pela sua veia poetica está muito lindo.a

Alzira Oliveira disse...

Pois é maninho, ontem estavas muito inspirado
Beijinhos
Zira