domingo, 15 de fevereiro de 2009

Piqueniques à moda antiga

Talvez seja demais relacionar a foto abaixo com um piquenique propriamente dito, e ainda por cima à moda antiga. Na verdade as pessoas em questão reuniram-se, levaram o seu farnel e fizeram-no acompanhar do garrafão de cinco litros de "nectar dos deuses", o vinho da nossa região (que na época deveria ser divinal... à recordação que tenho do paladar do vinho do meu avô materno, para só escrever esse...porque havia mais bem bons, concerteza) e com as suas mantas de retalhos (que serviam para se sentarem e/ou deitarem e nos seus centros colocarem as pequenas toalhas onde, por cima delas, se fazia a distribuição dos alimentos trazidos de casa para o efeito) deslocavam-se para os pinhais com as melhores sombras e os mais puros ares.
E assim passavam uma tarde de descanso, de forma diferente, em agradável e são convívio. Íam degustando a merenda, bebiam uns copinhos (normalmente alguém estava encarregue do garrafão, fazendo a distribuição do vinho para os copos dos desejosos. Muitas vezes o ritmo da serventia consistia de um movimento peculiar, ou seja a passagem do referido vasilhame pelo ombro, movimentando a mão de uma especial maneira que fazia colocar o fundo do garrafão para as costas do distribuidor e o gargalo para o lado do seu peito, depois era só incliná-lo um pouco e era ver o vinho escorrer...), contavam-se histórias, anedotas...muitas vezes cantava-se ao desafio e ocasiões havia onde até se dançava. Eram, sem margem para dúvidas, dos poucos momentos de alegria, boa disposição e sã camaradagem, que naqueles anos de muitas dificuldades pela serra, estas gentes podiam usufruir.



foto de desconhecido (comendo e bebendo, algures num pinhal, princípio da década de 50)

P.S. - Já agora um pequeno passatempo...conseguem referenciar todas as pessoas da foto? Sabem os seus nomes? E quem é a pessoa que está a distribuir o vinho? Aqui fica a sugestão: - Comecem a puxar pela memória e pode ser que haja um pequeno prémio para o vencedor, que logicamente será o primeiro a descodificar este enigma. Boa sorte!

5 comentários:

Anónimo disse...

Boa noite .
Sera o"ti Casimiro Rodrigues marido da minha amiga "ti Olinda"?
O.B.

Anónimo disse...

Boas noites a este Blogue.
Este sr. que põe o vinho e o "ti CAMARÂO da taberna das Ladeiras.
R.S.

M Barata disse...

A minha mãe parece reconhecer, em baixo, a segunda senhora será a D Arminda e o marido (Cortecega) e a seguir a D Alice e marido... A última senhora em baixo do lado direito é a D Arminda (mãe das moças atrás referidas).
Em cima, não sei o nome, mas será a filha e esposa do "Camarão", a D. Alzira?
Marisa

M Barata disse...

Correcção: a última senhora em baixo do lado direito chama-se D Olinda.

Anónimo disse...

Belo piquenique...
bjs da prima Dina